PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Sánchez pede que UE e OTAN enviem nova mensagem de união contra Putin

23/06/2022 21h40

Bruxelas, 23 jun (EFE).- O presidente do Governo da Espanha, Pedro Sánchez, disse nesta quinta-feira que os líderes da União Europeia (UE) e da Otan deveriam enviar, nas cúpulas desses dois blocos realizadas nesta e na próxima semanas. uma nova mensagem de união contra o presidente da Rússia, Vladimir Putin, no contexto da guerra na Ucrânia.

Sánchez fez a declaração a jornalistas ao chegar à reunião do Conselho Europeu, que debate, entre outros assuntos, se deve ser concedido a Ucrânia e Moldávia o status de país candidato à União Europeia.

O chefe do governo espanhol considera que o debate sobre essas candidaturas, assim como o da Geórgia (que não receberá o status agora), tornam "histórica" a cúpula desta quinta e sexta-feira, devido à importância deste assunto para o presente e o futuro da UE.

Sánchez lembrou que na próxima semana vai acontecer a cúpula da Otan, em Madri, que vai repercutir as discussões do encontro em Bruxelas e o contexto da invasão da Ucrânia pela Rússia.

"Tanto hoje como na próxima semana vamos transmitir a união de todos os aliados da Otan e dos países membros da UE em nossa rejeição e condenação à brutal agressão de Putin à Ucrânia e nossa solidariedade e reforço dos recursos econômicos, materiais e humanitários para a sociedade ucraniana", disse.

Sánchez reafirmou o apoio da Espanha a Ucrânia e Moldávia na obtenção do status de país candidato e sinalizou respaldo à possibilidade de a Geórgia obtê-lo.

Ele destacou que a cúpula europeia também vai abordar as consequências econômicas e sociais da guerra na Ucrânia, a inflação que ela tem causado e, em particular, o aumento dos preços da energia. EFE