PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Santander Brasil lança 1ª inteligência artificial para controle de finanças

15/07/2022 17h22

Sao Paulo, 15 jul (EFE).- O Santander lançou no Brasil esta semana o primeiro sistema de inteligência artificial oferecido por uma instituição financeira no país para ajudar os clientes a administrar melhor seu dinheiro de forma individual e personalizada, segundo fontes da empresa espanhola.

O sistema, desenvolvido integralmente pelo Santander e já em funcionamento no Reino Unido e na Espanha, consiste em composto algorítmico que monitora as operações entre o banco e o cliente, e é capaz de predizer um comportamento futuro com base em registros dos últimos 12 meses, de acordo com o superintendente executivo de Negócios Digitais para o Brasil, Flávio Morais.

"Observamos o passado recente do cliente para oferecer possibilidades de atuação dentro do orçamento, adequando as capacidades de pagamento e pensando na saúde financeira, porque o atual ambiente, tanto micro quanto macroeconômico, nos faz crer que o maior desafio dos bancos a curto prazo é justamente a saúde financeira da sua carteira de crédito", detalhou Morais em entrevista à Agência Efe.

De acordo com o executivo, a pandemia de covid-19 deixou clara a necessidade de acelerar o processo de desenvolvimento tecnológico para oferecer assessoria para os clientes de maneira escalável, o que não seria possível com as ferramentas exclusivamente humanas disponíveis até o momento.

"A exigência de valor dos clientes ao sistema financeiro mudou radicalmente nos últimos anos, e eles buscam soluções automatizadas que deem poder e informações relevantes (...) A gente está saindo na frente, isso é uma realidade e nos orgulha, mas a gente já vê a indústria se movimentando nesse sentido", afirmou Morais.

A ferramenta, já disponível gratuitamente para os 14 milhões de usuários do app do banco, permitirá que eles tenham, ao acessá-lo a qualquer hora do dia, um assessoramento de despesas personalizado.

Eles poderão receber dicas e notificações sobre gastos e recebimentos recorrentes ou até mesmo participar de quizzes, que testarão de forma interativa os conhecimentos desses clientes sobre seus próprios gastos, com o objetivo de conscientizá-los e ajudá-los a economizar.

Atualmente, os usuários podem encontrar assistências relacionadas a 45 temas de consumo, mas o projeto prevê uma ampliação para 100 até o final deste ano, incluindo assessoria de investimento e oferta de produtos, superando 17 milhões de dicas geradas pelo sistema.

Além disso, a ferramenta já foi pensada para o ambiente de open banking, e, em breve, segundo Morais, será capaz de, caso o cliente permita, monitorar seus dados de outras instituições financeiras, para que a assessoria digital seja mais completa.

Nesse sentido, Morais destacou que o Brasil é um país que se caracteriza pela rápida adoção de novas soluções digitais, e revelou que as principais metas do banco com este lançamento são o aumento da satisfação dos clientes e do uso do app do banco, assim como o crescimento de 10% do usuários que têm o Santander como principal banco.

"Hoje, a maioria dos cidadãos são multibancarizados. Por isso, a questão não é mais ter um cliente, mas de ser o principal banco dele Na indústria financeira há uma luta muito forte pela principalidade, que é o que representa rentabilidade para o banco, e essa escolha é resultado da oferta de valor como um todo", concluiu Morais. EFE