Gleisi e Jucá batem boca na CCJ sobre reforma trabalhista

Fernando Nakagawa e Thiago Faria

Brasília

Logo no início da sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que debate a reforma trabalhista, houve uma amostra de ânimos exaltados em um bate-boca entre a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o líder do governo Romero Jucá (PMDB-RR). Os parlamentares discutiram enquanto a presidente do PT pedia ao presidente da comissão, Edison Lobão (PMDB-MA), que fosse suspensa a sessão no plenário para que a TV Senado pudesse transmitir a sessão da CCJ. O desentendimento foi desfeito poucos segundos depois.

Após a fala de Gleisi, o senador Lasier Martins (PSD-RS) pediu o adiamento da votação da reforma trabalhista na CCJ que está programada para acontecer ainda nesta quarta-feira, 28. Segundo o senador, é preciso tempo para analisar o compromisso feito pelo Palácio do Planalto de ajustar a reforma trabalhista por medida provisória logo após a sanção do projeto que tramita no Congresso.

Segundo o senador, é preciso que o presidente Michel Temer dê mais detalhes sobre a proposta de ajustar a reforma por MP em vários pontos, conforme acordo lido por Jucá mais cedo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos