Bolsas

Câmbio

Em nota, CNI faz crítica à intenção de ministro da Fazenda de elevar tributo

Eduardo Rodrigues

Brasília

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou nota nesta terça-feira, 29, criticando o postura do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, que admitiu na segunda-feira, 28, a intenção do governo em aumentar tributos para cobrir a redução de impostos sobre o diesel prometida aos caminhoneiros.

"Ao invés de querer aumentar ainda mais a já pesada carga tributária que pesa sobre o setor produtivo e a sociedade brasileira em geral, o governo deveria trabalhar para reduzir a burocracia e as despesas cada vez maiores do Estado brasileiro", avaliou a CNI.

Em tom vago, a entidade afirmou que o caminho para o Brasil sair da crise passa por criar as condições necessárias para o País voltar a crescer.

"Neste sentido, o ministro da Fazenda deveria se mirar nos países desenvolvidos que estão apostando na redução de impostos para fomentar a economia, atrair investimentos e gerar mais empregos", completa a confederação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos