Bolsas

Câmbio

Projeções da Alemanha traçam cenário de forte expansão econômica, diz Bundesbank

Sergio Caldas

São Paulo

As últimas projeções de crescimento da Alemanha "traçam um cenário da atual forte expansão econômica, no qual crescentes gargalos no lado da oferta são refletidos no avanço dos salários e no aumento da inflação doméstica", segundo avaliação de relatório mensal divulgado hoje pelo Bundesbank, como é conhecido o banco central alemão.

Na sexta-feira, o Bundesbank previu que o Produto Interno Bruto (PIB) crescerá 2% em 2018, 1,9% no próximo ano e 1,6% em 2020.

No relatório, o BC alemão também debate se grandes bancos centrais deveriam ou não elevar suas metas de inflação, que, de modo geral, estão em torno de 2%.

Alguns economistas argumentam que uma meta de inflação mais alta ampliaria a margem de segurança para os limites de baixa de juros, permitindo, assim, uma gama mais variada de contramedidas de política monetária em momentos de crise.

Para técnicos do Bundesbank, porém, a proposta desconsidera as implicações mais abrangentes de uma meta de inflação maior. "Particularmente, bancos centrais que buscam uma taxa de inflação maior teriam, por exemplo, de ser mais agressivos em suas medidas de taxas de juros", alegam.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos