Bolsas

Câmbio

TST faz intervalo na sessão do caso Petrobras

Fernando Nakagawa

Brasília

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) interrompeu a sessão que julga a maior ação trabalhista da Petrobras para o almoço. A sessão será retomada às 13h50, segundo o presidente João Batista Brito Pereira.

O julgamento começou com a divergência entre o ministro relator do caso e a ministra revisora no plenário.

O relator, ministro Alberto Bresciani, leu parecer favorável à tese dos petroleiros que defendem uma nova forma de cálculo da remuneração extra, o que aumentaria expressivamente a renda dos trabalhadores.

Já a revisora do caso, ministra Maria de Assis Calsing, discordou do colega e defendeu parecer favorável à tese da Petrobras, que argumenta que a metodologia não deve ser alterada.

Após o posicionamento dos dois ministros, advogados das duas partes fizeram sustentação oral e reafirmaram a posição já declarada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos