PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Colnago defende emendas parlamentares direcionadas a obras em andamento

O ministro do Planejamento, Esteves Colnago - Divulgação/Secom
O ministro do Planejamento, Esteves Colnago Imagem: Divulgação/Secom

Eduardo Rodrigues

Brasília

23/10/2018 17h07

O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, defendeu nesta terça-feira (23) que emendas parlamentares no Orçamento do próximo ano sejam direcionadas a obras já em andamento e não para a abertura de novos projetos.

Após reunião com técnicos da Comissão Mista do Orçamento, Colnago afirmou que o direcionamento dos recursos para essas obras tornaria mais eficiente o gasto do governo no próximo ano.

"O ideal seria canalizar as emendas para obras já abertas. O Tribunal de Contas da União (TCU) e a própria Comissão do Orçamento já têm trabalhos nesse sentido", disse o ministro após a reunião.

Segundo ele, o volume de emendas para 2019 gira em torno de R$ 20 bilhões. Colnago ficou de enviar à comissão a lista de projetos do Painel de Obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para servir de banco de exemplos para os parlamentares.

Perguntado sobre o andamento da tramitação da Lei Orçamentária Anual de 2019 após a eleição e sobre eventuais dificuldades do novo governo em gerir um orçamento apertado, Colnago enfatizou que o projeto de Orçamento para o próximo ano permitirá que os novos gestores "atravessem 2019 com tranquilidade".