Topo

Energisa Borborema terá reajuste tarifário de 4,36% a partir de 4 de fevereiro

Niviane Magalhães

São Paulo

2019-01-29T13:34:00

29/01/2019 13h34

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um reajuste médio de 4,36% nas tarifas da Energisa Borborema. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 3,81%, e para a baixa tensão, a alta será de 4,60%. As novas tarifas vigoram a partir de 4 de fevereiro. A Energisa Borborema atende a 212 mil unidades consumidoras na Paraíba.

De acordo com a companhia, o processo de reajuste tarifário anual consiste no repasse aos consumidores dos custos não-gerenciáveis da concessão, como compra de energia, encargos setoriais e encargos de transmissão, e atualização dos custos gerenciáveis.

Os custos não-gerenciáveis registraram acréscimo de 2,88%, totalizando R$ 185,1 milhões, impactados principalmente pelos aumentos de 9,83% nos custos com compra de energia "devido à situação hidrológica desfavorável do país". O preço médio de repasse dos contratos de compra de energia ("PMix") foi definido em R$ 192,39/MWh.

Já o aumento da atualização dos custos gerenciáveis foi de 6,36%, totalizando R$ 83,3 milhões, reflexo da inflação acumulada (IGP-M) desde o último reajuste, de 6,97%.

Mais Economia