PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Dívida líquida da Vale alcança US$ 12,031 bi, queda de 19,26% em um ano

Fernando Nakagawa e Cristian Favaro

São Paulo

09/05/2019 19h48

A dívida líquida da Vale no primeiro trimestre de 2019 atingiu US$ 12,031 bilhões, queda de 19,26% na comparação anual. Ante o trimestre imediatamente anterior, entretanto, a dívida líquida avançou 24,67%.

Segundo a empresa, o avanço de US$ 2,381 bilhões na comparação com o trimestre imediatamente anterior foi resultado sobretudo de fundos bloqueados no valor de US$ 3,490 bilhões, que foram separados da posição de caixa disponível, além do próprio aumento da dívida bruta.

A dívida bruta totalizou US$ 17,051 bilhões em 31 de março de 2019, alta em US$ 1,585 bilhão em relação a 31 de dezembro de 2018, "principalmente como resultado da adição de US$ 1,842 bilhão de novas linhas de crédito captadas para cumprir com a obrigação de manter fundos bloqueados relacionados à ruptura da barragem de Brumadinho", disse a empresa.

Resultado financeiro

No primeiro trimestre do ano, a Vale registrou uma perda financeira de US$ 706 milhões, ante uma perda de US$ 624 milhões no primeiro trimestre de 2018 e de US$ 15 milhões no período imediatamente anterior.