PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Setor bancário britânico está preparado para todos os cenários do Brexit, diz BoE

Iander Porcella e Monique Heemann

São Paulo

16/12/2019 14h54

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Mark Carney, afirmou em coletiva de imprensa após a divulgação dos testes de estresse da instituição que o sistema financeiro do país está preparado para enfrentar todos os cenários possíveis para o Brexit e uma recessão severa. Carney também disse que a instituição vai elevar o colchão contracíclico para 2% em um ano.

Os testes realizados pelo BoE neste ano e divulgados nesta segunda-feira mostraram que os bancos do Reino Unido são "resilientes a profundas recessões, simultaneamente no Reino Unido e nas economias globais". Segundo relatório da autoridade monetária, o sistema financeiro britânico seria, portanto, capaz de "suportar o estresse e continuar atendendo à demanda de crédito das famílias e empresas" do país.

No entanto, o BoE relata um aumento das perdas em exposições corporativas, na comparação com testes anteriores, o que reflete "alguma deterioração na qualidade dos ativos e um cenário global mais severo".

"A resiliência dos bancos depende em parte de sua capacidade de reduzir os pagamentos de dividendos e a remuneração variável dos funcionários", analisa a autoridade monetária britânica. "Os investidores devem estar cientes de que os bancos farão os cortes necessários se o estresse se materializar", alerta o BoE.

Ainda de acordo com o BoE, os índices de capital dos principais bancos do Reino Unido permanecem estáveis desde o final de 2018, ponto de partida do teste.