PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

PIB mensal apurado pelo Itaú cai 0,3% em novembro, após 4 meses de alta

Maria Regina Silva

São Paulo

16/01/2020 18h07

O índice de atividade econômica do Itaú Unibanco, apurado mensalmente, interrompeu em novembro uma série de quatro meses seguidos de expansão. Conforme o banco, o PIB mensurado pela instituição teve queda de 0,3% no penúltimo mês de 2019, com ajuste, na comparação com outubro.

Em relação a novembro de 2018, no entanto, houve crescimento de 0,9%, sem ajuste sazonal. Já no trimestre encerrado em novembro, o PIB mensal Itaú Unibanco (PM-Itaú) cresceu 0,9% ante o trimestre anterior.

A retração do PM-Itaú registrada em novembro ante outubro reflete os números negativos de serviços, varejo e indústria, informados recentemente, cita a nota do banco. Na comparação mensal, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a receita real do setor de serviços, as vendas no varejo ampliado e a produção industrial recuaram 0,1%, 0,5% e 1,2%, respectivamente.

Em novembro, acrescenta o banco, a maioria dos segmentos mostrou declínio. Segundo o Itaú, dez dos treze componentes do PIB mensal caíram, com os três restantes permanecendo "virtualmente" estáveis na comparação com outubro. O maior declínio, menciona, foi registrado na indústria de transformação, que cedeu 1,8%.

O recuo do PIB mensal da instituição vai na contramão do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) de novembro, informado nesta quinta-feira. No período, o IBC-Br subiu 0,18% na comparação com outubro, contrariando a mediana negativa de 0,10% nas estimativas da pesquisa do Projeções Broadcast (-0,40% a alta de 0,30%). No confronto com o penúltimo mês de 2019, houve crescimento de 1,10%, também superior à mediana de 0,70% das previsões (0,40% a 1,40%).