PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Vale esclarece retomada das operações da mina de Timbopeba, em Minas Gerais

30/04/2020 18h51

Att srs assinantes

A Vale esclarece que informou incorretamente nesta semana que a auditoria externa autorizou a operação das operações na mina de Timbopeba, em Minas Gerais. A mineradora explica que a retomada acontece "após avaliação do plano de retomada das operações pela auditoria externa contratada para prestar informações ao Ministério Público do Estado de Minas Gerais". Segue o texto corrigido:

A Vale informa que, na próxima semana, irá retomar as operações de processamento a seco na mina de Timbopeba, parte do Complexo Mariana, em Minasj Gerais. Após avaliação do plano de retomada das operações pela auditoria externa contratada para prestar informações ao Ministério Público do Estado de Minas Gerais, a Vale retomou a operação da mina Timbopeba. As operações estavam suspensas desde março de 2019.

Testes de vibração foram concluídos em janeiro de 2020. Foi avaliado que essas operações não geram incremento de risco nas barragens do site, o que permitiu o reinicio das operações de processamento a seco com produção mensal de aproximadamente 330.000 toneladas de finos de minério de ferro. As atividades de manutenção para garantir um retorno seguro às operações foram concluídas com êxito.

As atividades de processamento a úmido devem ser retomadas no 4T20, após a conclusão da construção de um duto para a disposição de rejeitos na cava de Timbopeba, após a aprovação do órgão competente. A retomada das atividades de processamento a úmido permitiria à operação atingir sua capacidade total de produção de cerca de 1,0 milhão de toneladas por mês. Alternativas para antecipar a retomada das atividades de processamento a úmido estão em avaliação.

A retomada do processamento a seco e o retorno esperado do processamento a úmido no 4T20 já estão incluídos no guidance de produção de minério de ferro da Vale para 2020, de 310-330 milhões de toneladas.