PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Governo federal não tem planos de aumentar impostos federais, diz Bolsonaro

Bolsonaro criticou o aumento do ICMS em São Paulo - Leco Viana/TheNews2/Estadão Conteúdo
Bolsonaro criticou o aumento do ICMS em São Paulo Imagem: Leco Viana/TheNews2/Estadão Conteúdo

Emilly Behnke, Camila Turtelli e Daniel Galvão

Brasília e São Paulo

14/01/2021 20h16

O presidente da República, Jair Bolsonaro, reforçou, em transmissão ao vivo nas redes sociais ontem que o governo federal não tem planos de aumentar impostos federais. Ele criticou o aumento "em plena pandemia" do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) realizado em São Paulo.

"No meu governo não temos aumento de imposto federal", declarou o presidente.

Ele destacou que a medida tem o aval do ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente citou ainda que costuma ser responsabilidade pelo aumento de preços de produtos no País, mesmo que sejam aumentos localizados.

"São Paulo aumentou o ICMS em quase tudo", destacou o presidente.

Uma lei aprovada em outubro pela Assembleia Legislativa (Alesp) havia autorizado a redução linear de 20% nos benefícios fiscais concedidos a setores da economia. Por conta da pandemia, no último dia 6, o governo de São Paulo, suspendeu a redução de benefícios no ICMS para alimentos e remédios genéricos.

Em comparação, Bolsonaro citou que o governo federal diminuiu impostos e alíquotas de importação, como para produtos de combate a covid-19.

Segundo Bolsonaro, o seu governo "fez sua parte" durante a crise sanitária do novo coronavírus. "O governo federal fez tudo para ajudar no combate à pandemia", disse.

O presidente voltou a criticar as medidas de restrições para combate à covid-19. Ele afirmou que não foi responsável por ações de fechamento e que o papel do Executivo consistiu em garantir "recursos e meios" para Estados e municípios.