PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Bolsonaro: 'Temos que respeitar livre mercado, mas Petrobras abusa'

Presidente Jair Bolsonaro - Reprodução/YouTube
Presidente Jair Bolsonaro Imagem: Reprodução/YouTube

Bruno Luiz e Iander Porcella

Salvador e Brasília, 30

30/05/2022 19h11

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar o que chama de lucros excessivos da Petrobras. Ele acusou a estatal de não ter responsabilidade com o momento do País e cobrou o aumento no intervalo dos reajustes de preços dos combustíveis.

"Petrobras tem seus problemas, mas não tenho como mandar lá. Temos que respeitar o livre mercado, mas a Petrobras abusa. A Petrobras não precisa desse lucro excessivo e, no momento, não tem qualquer responsabilidade, quer mais é arrancar dinheiro do povo", reclamou durante entrevista ao programa Alerta Nacional, da RedeTV!, gravada no último sábado, 28, em Manaus, e exibida nesta segunda-feira, 30.

O presidente ainda culpou o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela dificuldade em alterar a política de preços da petroleira. "No governo Lula, ele vendeu papel da Petrobras para os minoritários e, hoje em dia, eles mandam na Petrobras. Eles decidem o preço do barril hoje em dia, não a Petrobras", acusou.

Os governadores também foram alvo de críticas do presidente, que falou em "ganância" ao cobrar novamente a redução na cobrança do ICMS dos combustíveis. "Alguns governadores mais que dobraram a cobrança de ICMS sobre o litro de gasolina. Por que eles não zeram o imposto do gás de cozinha? O imposto federal do diesel eu zerei, era na casa de R$ 0,32 por litro", afirmou.