PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

EUA: Yellen nega recessão e vê desaceleração necessária para controlar inflação

28/07/2022 16h37

Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen avaliou que os EUA não enfrentam uma recessão econômica, apesar do país ter atingido a segunda contração anual seguida do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre, de 0,9%.

Segundo ela, a economia americana não mostra os sinais característicos de um período de recessão, já que a demanda ainda segue aquecida e o mercado de trabalho, forte.

Ela admitiu, porém, que há uma desaceleração em curso, necessária para conter a escalada inflacionária nos EUA, disse. Yellen também argumentou que a economia está se movendo para uma nova "fase de recuperação", de crescimento mais estável e sustentado, ao invés da rápida expansão de 2021.

Apesar de necessária, a desaceleração da atividade não precisa impor uma recessão nos EUA, segundo a secretária, que crê em um "caminho" para reduzir a inflação ao mesmo tempo em que mantém o mercado de trabalho forte.

Ontem, em coletiva de imprensa após decisão monetária, o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, disse que este cenário tornou-se menos provável, embora continue sendo o objetivo do BC.

Segundo Yellen, a inflação está "inaceitavelmente alta" e é trabalho do governo reduzi-la. "Estamos comprometidos a reduzir custos aos americanos", disse.