IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Fed/Waller: Inflação pode cair rapidamente sem elevar desemprego de forma expressiva

São Paulo

01/04/2023 13h30

O diretor do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Christopher Waller, disse em evento nesta sexta-feira (31), em São Francisco, nos Estados Unidos, que a inflação pode cair rapidamente com relativa "pouca dor" para o desemprego, tomando por base dados recentes que sustentam esta hipótese.

Waller apresentou números indicando que, a partir de 2022, após o período mais crítico da pandemia de covid-19, enquanto a inflação variou de 7% (em junho) para 5,3% (em dezembro) no país, a taxa de desemprego ficou em torno de 3,6%.

O dirigente do Fed também comentou que dados mostram que a frequência com que empresas promovem mudanças de preços influencia a inflação e a variação do desemprego. Segundo ele, a frequência mensal de variação de preço aumentou de cerca de 10% em 2019 para cerca de 20% no final de 2021 e se manteve nesse nível em 2022.

"Dados concretos e intangíveis sugerem que a frequência das mudanças de preços está contribuindo para o que parece ser uma curva de Phillips acentuada nos últimos anos. Uma curva de Phillips íngreme significa que a inflação pode cair rapidamente com relativamente pouca dor em termos de maior desemprego", afirmou. "Dados recentes são consistentes com esta história".