IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Tarcísio: governo não tirou Porto de Santos de lista de privatizações, está aberto ao diálogo

A privatização do Porto de Santos é defendida por Tarcísio, mas sofre resistências do governo Lula. - Isadora de Leão Moreira
A privatização do Porto de Santos é defendida por Tarcísio, mas sofre resistências do governo Lula. Imagem: Isadora de Leão Moreira

Bruno Luiz

Em São Paulo

10/04/2023 13h32

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), afirmou nesta segunda-feira, 10, que o governo federal está aberto a continuar com o diálogo em relação à privatização do Porto de Santos. Para Tarcísio, o aceno está no fato de o Porto não ter entrado no decreto publicado pelo Executivo na sexta-feira, 7, que retira os Correios e outras estatais do plano de desestatização da União.

"O Porto é federal, (a privatização) não depende de nós. Mas o governo federal tem aberto espaço para nós ao diálogo. O Porto não constou naqueles atos onde o governo tirou algumas empresas do programa de privatizações. É uma sinalização de que Porto de Santos está aberto ao diálogo", avaliou o governador durante evento que marca os 100 dias da gestão.

A privatização do Porto de Santos é defendida por Tarcísio, mas sofre resistências do governo Lula.

O governador tem tido reuniões periódicas com a gestão federal para destravar a privatização, que estava encaminhada no governo Bolsonaro.