IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Vendas do varejo no Estado de São Paulo crescem 8,2% em janeiro, diz FecomercioSP

São Paulo

25/04/2023 17h52

As vendas do comércio varejista no Estado de São Paulo tiveram um aumento de 8,2% em janeiro, se comparado com o mesmo período no ano passado. É o melhor resultado para o mês no setor desde 2008. Os dados foram apurados pela Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O faturamento atingiu R$ 91,2 bilhões, o que significa R$ 7 bilhões a mais do que o apurado no ano anterior. Das nove atividades que a FecomercioSP apurou, oito registraram aumento com destaque nos segmentos de autopeças e acessórios (16,2%) e eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamento (15,5%). A única retração foi do grupo de outras atividades, com variação negativa de 5,6%.

A Federação considera o mercado de trabalho aquecido o maior responsável pelo aumento do poder de compra neste mês. O Estado apresenta hoje a menor taxa de desemprego nacional, desde o fim de 2014 (7,7%), segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além disso, o arrefecimento da inflação permitiu um ganho gradual no rendimento do trabalhador. No interior do Estado, o aumento do preço internacional e da produção do agronegócio gerou o aumento de empregos e da renda.

No entanto, o setor automotivo vem apresentando sinais de esgotamento. Algumas montadoras no Estado paralisaram a produção e deram férias coletivas aos seus funcionários devido à falta de insumos e cenário econômico desfavorável.

Em geral, a FecomercioSP acredita que o comércio paulista deve manter o ritmo de altas para os próximos meses e um arrefecimento nas vendas automotivas no primeiro semestre.