Rio+ Saneamento lança oferta de R$ 2,5 bilhões em debêntures e começa roadshow na 2ª-feira

A concessionária Rio+ Saneamento vai realizar oferta de R$ 2,5 bilhões em debêntures simples incentivadas. A operação, a segunda desse tipo promovida pela empresa, será dividida em duas séries, sendo a primeira de R$ 1,35 bilhão e a seguinte no montante de R$ 1,15 bilhão.

A primeira série vai ser remunerada com uma taxa de 6,95% ao ano ou Nota do Tesouro Nacional Série B (NTB-B), com acréscimo de 1,6%. Para a segunda série, a remuneração está prevista entre IPCA acrescido de 7,45% ou NTB-N, com vencimento em maio de 2045.

O processo de apresentação a potenciais investidores (roadshow) terá início na próxima segunda-feira, 6. Já o período de oferta começa no dia 9 de novembro, com conclusão em 5 de dezembro e data de liquidação em 29 de maio de 2024.

A Rio+ Saneamento integra o Grupo Águas do Brasil, que criou concessionária em parceria com a Vinci Partners em 2021. Em agosto de 2022, assumiu a operação de água e esgoto em 18 municípios fluminenses, que formam o Bloco 3 da Cedae.

O valor levantado na oferta será destinado a investimentos em municípios do Rio de Janeiro, Itaguaí e Seropédica. O montante vai ser utilizado também no pagamento de outorga do contrato de concessão, que teve inicio em agosto de 2022.

Desde a fase pré-operacional até 30 de junho de 2023, a companhia realizou cerca de R$ 100 milhões em investimentos. O plano estratégico prevê R$ 4 bilhões ao longo dos 35 anos de operação da concessão.

A oferta das debêntures será coordenada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), BTG Pactual, Banco ABC, Bradesco BBI, Santander e XP.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes