Criptomoedas: bitcoin renova máximas desde maio de 2022, na esteira de otimismo com fundo ETF

O bitcoin registrou ganhos nesta sessão, favorecido pela expectativas de aprovação de que reguladores dos Estados Unidos irão aprovar o ETF (fundo negociado em bolsa) da criptomoeda. Na esteira, o ethereum seguiu o movimento e teve ganhos no pregão.

Segundo André Franco, chefe de análise do MB, na análise on-chain (orientada por dados), houve acúmulo de mais 6 mil bitcoins por parte dos investidores de longo prazo. "No Ethereum, foram 63 mil de saldo líquido positivo colocados em staking (espécie de poupança de criptomoedas) nas últimas 24 horas".

Dessa forma, às 17h23 (de Brasília), o bitcoin avançava 1,50%, a US$ 36.227,88 (RS$ 178.770,10). Na máxima intraday, atingiu maior nível desde maio de 2022. O ethereum tinha alta de 6,36%, a US$ 2.019 (R$ 9.962,96), segundo a Binance.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes