Petrobras bate mais um recorde de produção de diesel S-10 em outubro

A produção de diesel S-10 da Petrobras atingiu novo recorde em outubro, de 2,38 milhões de metros cúbicos (m³), superando a marca anterior de julho deste ano. O aumento de produção ajuda a reduzir as importações do combustível, que chegaram a atingir 30% no ano passado.

"Com o Fator de Utilização das Refinarias (FUT) em patamar alto ao longo deste ano, o desempenho obtido se deve à elevada confiabilidade e à operação otimizada dos ativos do refino, suportado por soluções robustas de tecnologia", disse a companhia em nota.

O FUT da Petrobras atingiu média de 96% no terceiro trimestre deste ano, com pico de 97,5% em agosto, deixando para trás níveis em torno dos 80% nos últimos anos.

A estatal destacou para o resultado a Refinaria de Paulínia (Replan), em São Paulo, com marca de 645 mil m³; e a Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro, com volume de 163 mil m³; conquistados também em outubro.

O diesel S-10 tem teor máximo de enxofre de 10 partes por milhão, é um produto mais moderno e sustentável, de maior valor agregado e com menor impacto ao meio ambiente do que o diesel comum, que possui teor máximo de enxofre de 500 partes por milhão.

De acordo com o diretor de Processos Industriais e Produtos da Petrobras, William França, "a Petrobras está empenhada em investir no refino para atender aos compromissos comerciais com confiabilidade, disponibilidade operacional, valorização das pessoas e rentabilidade das unidades, sempre garantindo a segurança das operações", afirmou o executivo em nota.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes