Política monetária deve manter foco em reduzir a inflação, diz diretora-gerente do FMI

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, defendeu nesta quinta-feira, 9, que a política monetária mantenha foco em reduzir a inflação. Ao mesmo tempo, pediu que exista um cuidado em evitar repercussões negativas nesse contexto, sobretudo nos países mais vulneráveis.

Georgieva defendeu a importância de um mundo mais interdependente. Segundo ela, é necessário haver cooperação em comércio e dívida, além de se garantir que países mais pobres tenham acesso a financiamento.

As breves declarações foram feitas na abertura da conferência anual de pesquisa Jacques Polak, que neste ano homenageia Ken Rogoff, ex-economista-chefe do FMI entre 2001 e 2003.

Ex-orientanda e depois colega de Rogoff na Universidade Harvard, Gita Gopinath, primeira subdiretora-geral e também ex-economista-chefe do Fundo, falou brevemente sobre a trajetória de Rogoff: "Um dos economistas vivos mais influentes."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes