Ouro fecha em alta, com tensões geopolíticas apoiando busca à segurança e dólar fraco

O ouro fechou em alta nesta sessão, com o dólar desvalorizado no exterior tornando o metal mais barato para operadores de outras divisas. O prolongamento das tensões geopolíticas, mais notadamente no Oriente Médio, também continua impulsionando uma busca à segurança do ouro, apoiando o seu preço.

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro fechou em alta de 0,64%, a US$ 1950,2 por onça-troy.

Para a divisão de pesquisa do ANZ, as tensões geopolíticas renovadas deverão proteger os preços do ouro de uma baixa. Isso porque cenários de incerteza tendem apoiar a procura por ativos considerados seguros. O ANZ disse, em relatório, que elevou sua projeção para a demanda de ouro, depois de as compras de metal por BCs nos últimos trimestres terem superado suas expectativas.

O cenário macroeconômico também favorece o metal precioso, com o ciclo de aperto monetário nos EUA perto de chegar ao fim e o dólar, nas projeções do ANZ, já tendo batido o seu pico. "Isso pode fazer o rendimento do Treasury de 10 anos e o dólar moderarem, o que apoiará o investimento no ouro", explicou o banco.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes