Equatorial informa que Aneel aprovou reajuste tarifário da CEEE-D, válido a partir do dia 22

A Equatorial informou que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajuste tarifário da CEEE-D de -2,0% em efeito alta tensão, -1,2% em efeito baixa tensão, e -1,4% em efeito médio. Os índices de reajuste serão aplicados a partir de quarta-feira, 22.

"Apesar do componente financeiro de R$ 35,0 milhões aprovado no processo tarifário deste ano, o efeito dos componentes financeiros neste processo tarifário foi de -10,16%, redução advinda principalmente do uso dos créditos de PIS/Cofins na concessão, que neste processo reduziram a tarifa em R$ 390,2 milhões, com um impacto de -8,28%", afirma a Equatorial, sobre a nova base de remuneração da CEEE-D.

Segundo comunicado ao mercado, a parcela B teve um reajuste de 5,9% quando comparada à Parcela B vigente no último ano tarifário, influenciada pelo IPCA do período de referência que foi de 4,82%, menos o Fator X de -1,10%. Com isto a Parcela B homologada alcançou o valor de R$ 1,199 bilhão.

"Vale ressaltar que no processo tarifário deste ano foi aprovado o requerimento administrativo com vistas ao reconhecimento dos ativos de incorporação de redes no laudo de avaliação da Revisão Tarifária Periódica (RTP) de 2021, que atualizou em R$ 70,7 milhões de reais a base líquida da companhia, reposicionou em 1,45% a parcela B do ciclo para adequar a remuneração de capital para os anos restantes do ciclo e aprovou um retroativo para a VPB nos componentes financeiros de R$ 35,0 milhões", diz a companhia.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes