IPC-Fipe sobe 0,37% na 2ª quadrissemana de novembro, após alta de 0,39% na 1ª medição

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,37% na segunda quadrissemana de novembro, desacelerando em relação ao avanço de 0,39% da primeira quadrissemana do mês, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 17, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Três dos sete componentes do IPC-Fipe perderam força ou ampliaram recuo, entre as duas quadrissemanas. Habitação passou de baixa de 0,35% na primeira quadrissemana a recuo de 0,40% na segunda; Saúde passou de avanço de 0,78% a uma alta de 0,62%; e Educação foi de ganho de 0,06% e um avanço de 0,05%.

Já Transportes repetiu o recuo de 0,01% visto na primeira quadrissemana. Por outro lado, Alimentação passou de alta de 1,25% na primeira a avanço de 1,26% na segunda; Despesas Pessoais foi de alta de 1,11% a uma de 1,12%, na mesma comparação; e Vestuário passou de recuo de 0,07% para estabilidade (0,00%).

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe na 2ª quadrissemana de novembro:

- Habitação: -0,40%

- Alimentação: 1,26%

- Transportes: -0,01%

- Despesas Pessoais: 1,12%

- Saúde: 0,62%

- Vestuário: 0,00%

- Educação: 0,05%

- Índice Geral: 0,37%

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes