BoE/Bailey: dado de inflação mais recente do Reino Unido foi boa notícia, mas ainda há riscos

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andrew Bailey, afirmou nesta terça-feira, 21, que o indicador mais recente de inflação no Reino Unido foi uma "boa notícia", em geral em linha com o esperado pela instituição. Em audiência ao lado de dirigentes no Comitê do Tesouro do Parlamento do Reino Unido, Bailey disse ver sinais de que a inflação caminha para a meta de 2% mais adiante no país, mas também mencionou que continua a ver riscos de alta, como a pressão sobre os salários e o quadro de tensões geopolíticas no Oriente Médio, as quais podem puxar para cima o petróleo, em caso de disseminação nos conflitos pela região.

O presidente do BC britânico avaliou que, na sua opinião, é "razoável" agora manter os juros no nível atual. Ele ainda se disse preocupado com a potencial persistência da inflação.

Bailey considerou que os mercados têm dado peso excessivo aos dados mais recentes, mas reforçou que ainda se preocupa com a potencial persistência da inflação. Ele também comentou que o aperto quantitativo (QT, na sigla em inglês) em andamento tem "apenas um efeito modesto nos juros dos bônus" no país, de cerca de 10 a 15 pontos-base.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes