Dirigente do BCE diz que, excluindo surpresas, não crê em altas em taxas novamente

O integrante do conselho do Banco Central Europeu (BCE), François Villeroy de Galhau, afirmou nesta quinta-feira, 23, que a autoridade não aumentará novamente os custos dos empréstimos, a menos que haja um evento inesperado. Em entrevista ao canal de televisão France 5, o dirigente apontou que, "excluindo surpresas, não crê que o BCE aumente as taxas novamente". Além disso, ele afirmou que "um dia ocorrerá uma redução gradual nas taxas, mas que ainda não chegamos lá".

O dirigente apontou que confia que a inflação seguirá uma trajetória de queda, o que foi reforçado na desaceleração do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) entre outubro e setembro.

Entre os pontos que o também presidente do Banco da França destacou estão os preços de energia.

Em setembro, o CPI da França avançou 4,9% na comparação anual, indicador que caiu para 4,0% em setembro.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes