Governo argentino emite mais 2 trilhões de pesos em dívida

O governo da Argentina autorizou nesta segunda-feira, 18, a emissão de instrumentos de dívida pública no valor de 2 trilhões de pesos para cobrir emissões com maturidades de curto prazo e cujo período de amortização seja inferior a 90 dias. Em comunicado, o governo argentino apontou que a medida surge enquanto se aguarda definições sobre os Leliq, instrumento que o presidente Javier Milei colocou em vista, mas sobre o qual ainda não foi informada nenhuma decisão.

O Orçamento Geral da Administração Nacional para o Exercício de 2023 foi acrescido ainda da soma de 4 bilhões de pesos para tratar dos benefícios reconhecidos por leis nacionais.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes