Agricultura determina recolhimento de 49 garrafas de azeite fraudados no interior de SP

O Ministério da Agricultura determinou o recolhimento de 49 garrafas de 500 milímetros de azeite de oliva fraudados em uma rede de 15 supermercados na região de Bauru e Botucatu, no interior de São Paulo. O estabelecimento e o centro de distribuição da rede foram autuados por comercializar produto "impróprio para consumo". O produto era da marca Vincenzo, do lote 19227 095.

Em nota, o Ministério informou que a denúncia foi feita por um consumidor.

De acordo com a Superintendência de Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo, a fiscalização constatou que o azeite considerado "não conforme" pelo Ministério estava disponível para compra nas gôndolas.

O produto não corresponde aos padrões de identidade e qualidade estabelecidos pelo Ministério da Agricultura, conforme análises laboratoriais.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes