Bolsas da Europa caem levemente, de olho em dados para avaliar futuro da política monetária

Por Sergio Caldas

São Paulo, 09/01/2024 - As bolsas europeias operam em leve baixa na manhã desta terça-feira, enquanto investidores digerem dados fracos da indústria alemã e aguardam atualização do desemprego na zona do euro para avaliar a perspectiva da política monetária do Banco Central Europeu (BCE) este ano.

Por volta das 6h20 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 recuava 0,32%, a 476,64 pontos.

Mais cedo, o Destatis mostrou que a produção industrial da Alemanha registrou queda mensal de 0,7% em novembro, contrariando previsão de estabilidade. O indicador veio um dia após o fraco desempenho das encomendas à indústria alemã.

Para o Commerzbank, há crescentes sinais de que o Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha provavelmente encolheu de novo no quarto trimestre de 2023, o que colocaria a maior economia da Europa em recessão técnica.

Logo mais, a Eurostat publica a taxa de desemprego da zona do euro referente a novembro. Em outubro, a taxa ficou em 6,5%, inalterada ante o mês anterior.

Ao contrário do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA) e do Banco da Inglaterra (BoE), o BCE ainda não deu indicações claras de possíveis cortes de juros. De modo geral, a postura do BCE tem sido de que o futuro da política monetária depende do comportamento dos dados econômicos.

Às 6h35 (de Brasília), a Bolsa de Londres tinha baixa marginal de 0,02%, a de Paris caía 0,10% e a de Frankfurt perdia 0,20%. Já a de Milão se mantinha estável e a de Lisboa cedia 0,08%. Destoando, a de Madri tinha queda mais expressiva, de 1,49%.

Contato: sergio.caldas@estadao.com

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes