Cade aprova inclusão da Latam Cargo e da Latam Equador na joint venture com a Delta

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a expansão da joint venture da Latam com a Delta Airlines, autorizando a inclusão da Latam Cargo Brasil, Latam Cargo Chile, Latam Cargo Colômbia e Latam Airlines Equador. A decisão ocorreu na última sexta-feira, 12, e foi publicada na terça-feira, 16, no Diário Oficial da União (DOU).

A Latam informou ao Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) que o processo de revisão e aprovação para ampliar o escopo geográfico e incluir as linhas aéreas cargueiras afiliadas do Grupo Latam e a Latam Equador continua pendente em alguns outros países, incluindo os Estados Unidos e o Equador.

A joint venture da Latam e da Delta foi aprovada em fevereiro de 2021 pelo Cade e só recebeu sinal verde das autoridades dos Estados Unidos em setembro de 2022.

A operação incluía a Delta, o grupo Latam, e os braços de transporte de passageiros da Latam no Brasil, Colômbia, Peru e Paraguai.

Segundo a empresa, "o acordo transformador de joint venture já está proporcionando benefícios aprimorados aos passageiros e conexões mais rápidas" entre os 300 destinos na América do Sul e Estados Unidos e Canadá.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes