Bolsas de NY fecham em alta moderada, com Dow Jones na inédita marca dos 38 mil pontos

As bolsas de Nova York fecharam hoje com ganhos moderados, suficientes para garantir recorde de fechamento aos índices Dow Jones e S&P 500 pelo segundo pregão consecutivo.

O índice Dow Jones encerrou a sessão em alta de 0,36%, aos 38.001,81 pontos, acima de 38 mil pontos pela primeira vez. O S&P 500 ganhou 0,22%, aos 4.850,43 pontos, também na máxima histórica. O Nasdaq avançou 0,32%, aos 15.360,29 pontos.

Sem a referência de dirigentes do Federal Reserve (Fed), em silêncio antes da decisão de juros da semana que vem, os mercados acionários continuaram o ímpeto positivo da última sexta-feira, embora em um ritmo mais tímido.

Entre os destaques, a ação da Apple se valorizou 1,22%, após o começo da pré-venda do óculos de realidade ampliada Apple Vision Pro. O analista Ming-Chi Kuo, da TF International Securities, estima que foram vendidas entre 160 mil e 180 mil unidades do equipamento nos três primeiros dias.

Já Netflix subiu 0,57%, na véspera da divulgação do balanço corporativo do quarto trimestre. Intel, que informará números na quinta-feira, se elevou 0,15%.

Na contramão, Boeing teve depreciação de 0,04%, após reguladores americanos recomendarem que companhias áreas inspecionem as portas de saída de emergência das aeronaves 737-900ER. O modelo tem o mesmo design de plugue de porta do jato 737 MAX 9 da Alaska Airlines envolvido em um incidente no dia 5 de janeiro.

Para a Capital Economics, o S&P 500 deve continuar testando recordes ao longo dos próximos meses, antes de terminar o ano em 5,5 mil pontos. A consultoria atribui o movimento à euforia com a inteligência artificial, que se sobrepôs à recuperação recente do juro da T-note de 10 anos.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes