Na Alemanha, instituto Ifo corta projeção de avanço do PIB do país em 2024, de 0,9% para 0,7%

O instituto Ifo informa em comunicado que revisou em baixa sua expectativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha neste ano, de 0,9%, em meados de dezembro, para 0,7%. Diretor de Pesquisas no Ifo, Timo Wollmershäuser diz em comunicado que, após o comitê orçamentário do Parlamento alemão concordar sobre o orçamento federal, o Ifo estima que haverá economia adicional de quase 19 bilhões de euros.

"Empresas e famílias terão um peso maior ou receberão menos alívio, e gastos do governo serão cortados. Isso significa que o escopo geral está quase em linha com o estimado em dezembro em nosso cenário de risco para 2024. O impacto deve também ser de magnitude correspondente", afirma Wollmershäuser.

As medidas para consolidar o orçamento se tornam necessárias após o Tribunal Constitucional Federal da Alemanha ter declarado em novembro que uma alocação de orçamento do Fundo de Clima e Transformação para a pandemia da covid-19 era inconstitucional, declarando-a nula, lembra o instituto em seu comunicado.

Desde então, ficou previsível que esforços adicionais de consolidação seriam necessários para reduzir o déficit orçamentário.

O Ifo recorda que, em seu cenário de risco de dezembro, o impacto da economia com o pacote de medidas representaria 20 bilhões de euros.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes