Bolsas de NY fecham em queda com realização acionada pelo PPI; Coinbase dispara

As Bolsas de Nova York fecharam em queda nesta sexta-feira, com dado de inflação no atacado acima do esperado em janeiro nos Estados Unidos servindo de gatilho para uma onda de vendas após uma semana pontuada pela volatilidade. O indicador veio na sequência da queda mais acentuada das vendas do varejo e do índice de preços ao consumidor acima do esperado, divulgados nos dias anteriores. Entre os destaques individuais do pregão, a Coinbase disparou após a corretora de criptomoedas divulgar o primeiro lucro trimestral desde o quarto trimestre de 2021.

Em Wall Street, o Dow Jones fechou em queda de 0,37%, a 38.627,99 pontos; o S&P 500 recuou 0,48%, aos 5.005,57 pontos; e o Nasdaq perdeu 0,82%, a 15.775,65 pontos. No acumulado semanal, o Dow Jones cedeu 0,11% e o S&P 500 perdeu 0,42%. O Nasdaq foi mais penalizado e acumulou baixa semanal de 1,34%.

A Coinbase saltou 8,84%, a US$ 180,31. A companhia informou, na quinta-feira, que teve lucro líquido de US$ 273,4 milhões no quarto trimestre de 2023, revertendo o prejuízo de US$ 557 milhões observado em igual período de 2022. Considerando o resultado acumulado do último ano, o lucro líquido foi de US$ 95 milhões. Várias casas elevaram o preço-alvo para as ações. O banco de investimento HC Wainwright elevou o preço-alvo de US$ 115,00 para US$ 250,00. No Oppenheimer, a expectativa passou de US$ 160 para US$ 200. A Wedbush ajustou sua referência de US$ 180 para US$ 200.

As ações da Nvidia terminaram o pregão com variação negativa de 0,06% à medida que os investidores aguardam o balanço da companhia, que está previsto para ser divulgado na quarta-feira. "Pode ser o mais importante balanço de todas (as empresas) de tecnologia até o momento e, possivelmente, para todo o mercado", disse o diretor gerente para transações de tecnologia, mídia e telecomunicações da Mizuho Securities, Jordan Klein. "A Nvidia não está com 47% de alta no ano até agora, com um valor de mercado de US$ 1,8 trilhão porque ninguém se importa, certo?", completou.

Analistas consultados pela FacSet esperam um lucro por ação de US$ 4,59 no trimestre até 28 de janeiro, o que representaria um salto de 422% no comparativo anual. A expectativa é de aumento de 237% da receita, para US$ 20,37 bilhões.

Outros nomes do setor de tecnologia também recuaram. A Microsoft caiu 0,61%, a Apple perdeu 0,84% e a Meta cedeu 2,21%.

Com Dow Jones Newswire