Bolsas da Europa fecham mistas, após dados nos EUA e na Alemanha

As bolsas europeias fecharam com direções distintas nesta quinta-feira, 29, após dados de inflação nos Estados Unidos confirmarem a expectativa dos analistas e reforçarem a aposta de que um alívio monetário no país deve começar em junho. A Bolsa de Frankfurt teve ganhos mais fortes ante os demais mercados na região, depois da desaceleração mais acentuada dos preços ao consumidor na Alemanha. Os investidores reagiram ainda a balanços fracos de algumas grandes empresas da região, como AB InBev e Air France-KLM.

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,14%, a 495,26 pontos. Em Londres, o FTSE 100 ganhou 0,07%, aos 7.630,02 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX avançou 0,44%, aos 17.678,19 pontos. O CAC-40, referencial da Bolsa de Paris, teve variação de -0,34%, para encerrar aos 7.927,43 pontos, na mínima do dia. As cotações são preliminares.

Na Alemanha, a taxa anual de inflação ao consumidor (CPI, pela sigla em inglês) em fevereiro ficou em 2,5%, desacelerando ante 2,9% em janeiro e atingindo o menor nível desde junho de 2021. Já nos EUA, o núcleo do índice de preços de gastos com consumo (PCE), que exclui itens voláteis como alimentos e energia, subiu 0,4% em janeiro, ante dezembro, em linha com as previsões de analistas consultados pela FactSet. Na comparação anual, o núcleo avançou 2,8%, desacelerando ante o aumento de 2,9% do mês anterior.

Em Paris, as ações da Air France-KLM cederam 7,91%, após o anúncio de prejuízo no quarto trimestre de 2023, revertendo lucro de um ano antes, após interrupções de viagens para o Oriente Médio diante da guerra entre Israel e o Hamas e em virtude do aumento das despesas.

A AB InBev, controladora da Ambev no Brasil, teve queda no lucro trimestral e decepcionou em receita. Em Bruxelas, a ação da maior cervejaria do mundo recuou cerca de 3%.

Em Madri, o Ibex 35 fechou em baixa de 0,56%, a 10.012,70 pontos. As ações da Fluidra avançaram 8,41% e responderam pela maior alta porcentual do índice. A companhia de equipamentos e soluções conectadas para piscinas e para o setor de bem-estar anunciou queda nas vendas de 14% em 2023, mas o resultado ficou em linha com as expectativas.

Entre os outros índices referenciais da região, o FTSE MIB, de Milão, caiu 0,11%, a 32.580,94 pontos; em Lisboa, o PSI 20 teve baixa de 0,56%, aos 6.157,96 pontos. *Com informações da Dow Jones Newswires.