Entregaremos sugestão de produtos para cesta básica isenta de impostos, diz presidente da Abras

Enquanto grupos de trabalho do governo se debruçam sobre as leis complementares que definirão detalhes da reforma tributária, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) está preparando dados e subsídios para sugerir quais devem ser as categorias de produtos da cesta básica isenta de impostos. O vice-presidente da entidade, Marcio Milan, disse que o sortimento da cesta é sobretudo feito para atender quesitos de qualidade nutricional e as diferenças de hábito entre as regiões do País.

Além disso, outros produtos de categorias como higiene pessoal e limpeza deveriam ter redução de até 60% na tributação, na visão da associação. "Queremos ajudar o governo a elaborar as leis complementares que definem quais produtos exatamente vão compor estas listas", diz Milan.

Quanto à proposta de cashback atrelado à cesta, a Abras se posiciona de forma contrária. "Muitas pessoas não têm forma de acesso a um benefício desse tipo. São pessoas muitas vezes chamadas de invisíveis, que não terão como receber isso de volta", avalia o vice-presidente.