El Salvador abre mercado para gelatina e colágeno animal do Brasil

O Brasil poderá exportar gelatina e colágeno animais para El Salvador, informaram os Ministérios da Agricultura e das Relações Exteriores, em nota conjunta. A autorização sanitária é válida para os produtos originados de pele bovina, suína e de outros ruminantes.

Na avaliação do Ministério da Agricultura, há potencial de ampliar o fluxo comercial entre os países, que ainda é pequeno.

De acordo com dados da pasta, as exportações agropecuárias brasileiras para El Salvador somaram cerca de US$ 137 milhões no ano passado, sobretudo de cereais e produtos florestais.

Em 2024, o Brasil conquistou 18 novos mercados para produtos agropecuários em 13 países, segundo o Ministério da Agricultura.