Produção de veículos sobe 17,4% em fevereiro ante fevereiro de 2023, mostra Anfavea

A indústria de veículos registrou no mês passado crescimento de 17,4% na produção, contra o volume de fevereiro de 2023. No total, 189,7 mil unidades saíram das linhas de montagem, entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus. Frente a janeiro de 2024, esse número representa um aumento de 24,3%.

O balanço foi divulgado nesta quinta-feira, 7, pela Anfavea, a associação das montadoras instaladas no País.

O resultado leva para 342,2 mil veículos o total produzido no primeiro bimestre, 8,9% a mais do que nos dois primeiros meses do ano passado.

A previsão da Anfavea para todo este ano é de crescimento de 6,2% da produção.

Vendas

As vendas de veículos novos em fevereiro, de 165,2 mil unidades, subiram 27,1% na comparação com o mesmo mês de 2023. Em relação a janeiro, fevereiro mostrou crescimento de 2,2%, mesmo sendo um mês com menos dias de venda.

Assim, o primeiro bimestre fechou com alta de 19,8% nas vendas, com 326,8 mil veículos emplacados no Brasil em dois meses.

O desempenho reflete a melhora nas condições de crédito, em decorrência da queda dos juros, além da demanda firme das locadoras de automóveis.

Exportações

As exportações, por outro lado, não reagem, mostrando queda de 14,1% em fevereiro frente ao mesmo período do ano passado.

Na comparação com janeiro, quando o volume de exportações foi o menor dos últimos quatro anos, os embarques do mês passado, de 30,7 mil veículos, subiram 62,7%.

Com isso, as exportações de veículos tiveram queda de 28% no primeiro bimestre, somando no período 49,5 mil veículos brasileiros vendidos ao exterior, tendo México, Argentina, Colômbia e Chile como os principais destinos.

Emprego

O balanço da Anfavea mostra ainda que as montadoras eliminaram 72 vagas de trabalho no mês passado, empregando agora 99,8 mil trabalhadores.