Para Yellen, não há evidência de pressão inflacionária vinda do mercado de trabalho dos EUA

Horas após a divulgação do payroll de fevereiro, a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, afirmou nesta sexta-feira, 8, não ver evidências de pressões inflacionárias geradas pelo mercado de trabalho norte-americano. Em entrevista à MSNBC, Yellen explicou que o emprego no país ainda segue "forte".

Yellen também aproveitou para exaltar o desempenho da maior economia do planeta, que está melhor do que o do restante do mundo, de acordo com ela.

Para a secretária, o resultado reflete os investimentos da gestão do presidente Joe Biden em áreas como infraestrutura.