Ouro fecha em leve alta, em espera por decisão do Fed

O ouro fechou em leve alta nesta quarta-feira, 20, em espera por decisão monetária do Federal Reserve (Fed) nesta tarde, em sessão com impulso limitado também pela alta do dólar no exterior.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para abril fechou o pregão em alta de 0,06%, a US$ 2.161,00 a onça-troy.

A decisão monetária do Fed concentra a atenção do mercado nesta quarta-feira. Economistas consultados pelo Broadcast esperam manutenção da taxa de juros entre 5,25% a 5,50%, expectativa que também é amplamente precificada pelo mercado. Assim, o foco recai sobre a busca por sinais dos próximos passos de política monetária, incluindo sobre cortes de juros em junho.

Esta perspectiva fortaleceu o dólar ante rivais, o que tende a pressionar os preços do ouro por encarecer a commodity para detentores de outras moedas.

Contudo, o TD Securities estima que um catalisador será necessário para exaurir completamente a atividade de compra do metal precioso e transformá-la em venda. "Investidores ligados a algoritmos só começarão a liquidar suas posições quando o ouro estiver abaixo de US$ 2.140 a onça-troy", prevê o banco de investimentos.

O Julius Baer nota que é difícil explicar a força do ouro, considerando que nenhum dos drivers tradicionais dos preços do metal estão posicionados para apoiar um rali e a demanda física está caindo. "Isso sugere que há um posicionamento especulativo no mercado de futuros elevando os preços, o que nos faz questionar a durabilidade do rali", afirma o banco, em nota. "Fundamentalmente, continuamos favorecendo aproximação de ativos produtivos (ações) contra não produtivos (ouro e bitcoin)."