BC peruano decide cortar juros de 6,25% a 6,00%, sem se comprometer a priori com mais reduções

O Banco Central do Peru decidiu na quinta-feira, 11, reduzir sua taxa básica de juros, de 6,26% a 6,00%. Em comunicado, a instituição ressalta que "futuros ajustes na taxa de referência estarão condicionados à nova informação sobre a inflação e seus determinantes", sem se comprometer agora, portanto, com mais reduções adiante.

A inflação de março teve influência de fatores transitórios e se explica sobretudo pela alta nos preços de alguns alimentos e bebidas, bem como por aumentos sazonais nos custos com educação e transporte, diz a nota do BC peruano.

Na leitura anual, a inflação desacelerou de uma alta de 3,3% em fevereiro a 3,0% no país.

O BC diz que a inflação deve continuar a desacelerar ao longo deste ano, convergindo para o centro da meta nos próximos meses, e menciona também queda nas expectativas de inflação em 12 meses na mesma comparação entre fevereiro e março, de 2,65% a 2,56%.