Déficit em c/c segue em US$ 32,1 bilhões em 2024 e em US$ 40 bilhões em 2025, aponta Focus

As medianas do mercado para o saldo em transações correntes do Brasil ficaram estáveis. A estimativa para 2024 continuou indicando um déficit de US$ 32,10 bilhões, enquanto a de 2025 ainda sugere déficit de US$ 40,0 bilhões, conforme o relatório Focus publicado nesta terça-feira pelo Banco Central. Um mês atrás, as projeções eram de déficits de US$ 32,0 bilhões e US$ 36,95 bilhões, nesta ordem.

A expectativa é que os ingressos líquidos de Investimento Direto no País (IDP) sejam suficientes para cobrir com folga esses resultados negativos. A mediana para o IDP de 2024 caiu de US$ 67,27 bilhões para US$ 67,0 bilhões, enquanto a estimativa intermediária para 2025 recuou de US$ 73,50 bilhões para US$ 73,0 bilhões.

O mercado também continua esperando superávit na balança comercial neste e no próximo ano. A mediana para 2024 continuou indicando saldo positivo de US$ 80,0 bilhões, mesmo número da semana anterior. Um mês atrás, era de US$ 82,0 bilhões. No ano que vem, a mediana foi mantida em US$ 75,0 bilhões - quatro semanas antes, era de US$ 74,55 bilhões.