Mercado volta a ver corte de juro em setembro nos EUA como cenário mais provável, mostra CME

O mercado financeiro voltou a ver como cenário mais provável para a política monetária nos EUA início do ciclo de corte de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em setembro. A probabilidade estimada é de 53,5%, de acordo com ferramenta do CME Group, ajuste feito após a coletiva de imprensa do presidente da instituição, Jerome Powell, encerrada há pouco.

Mais cedo, o mercado precificava manutenção dos juros no atual patamar até novembro.

De acordo com a ferramenta, a maior chance vista no momento é de que os juros nos EUA sejam reduzidos em 0,25 ponto porcentual até o fim do ano (39,1% de probabilidade). A chance de corte de 0,50 ponto porcentual neste período é estimada em 29,7%.