Produção de alumínio salta 18 vezes em cinco décadas no Brasil, aponta Abal

A produção de alumínio no Brasil saltou 18 vezes nos últimos 54 anos, informou a Associação Brasileira de Alumínio (Abal). A entidade, que representa a cadeia produtiva do metal desde a mineração da bauxita até a comercialização final do produto, fez um comparativo entre os dados do período de sua fundação com os números mais recentes.

Segundo a Abal, no ano em que a associação foi criada (1970), o setor produziu 56,1 mil toneladas de alumínio.

Os dados consolidados de 2023, o mais recente do setor, mostram que a produção do metal atingiu a marca de 1 milhão de toneladas.

A reciclagem do metal também saltou 113 vezes, saindo de 8 mil para 904 mil toneladas, destaca a entidade, sinalizando a evolução do setor.

O consumo per capita de produtos de alumínio era de 1,1 kg na média na época em que a associação foi criada. Os dados mais recentes mostram avanço de 7 vezes no indicador, que atingiu 7,3 kg por pessoa em 2023.

Deixe seu comentário

Só para assinantes