MCM eleva projeção de IPCA 2024 de 3,90% para 4,10% após reajuste da Petrobras

A MCM Consultores elevou sua projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2024, após o reajuste nos preços da gasolina e do GLP anunciado nesta segunda-feira, 8, pela Petrobras. A estimativa para o IPCA fechado neste ano subiu de 3,90% para 4,10%.

A consultoria calcula que o impacto dos aumentos dos combustíveis na inflação ficará próximo de 0,20 ponto porcentual, a ser distribuído entre os resultados de julho e agosto.

A despeito de ter elevado a projeção para o IPCA de 2024, a MCM pondera que "nossas curvas de energia elétrica" não contemplam premissa de efeito da destinação dos recursos da Eletrobras para quitar as conta covid e escassez hídrica.

Com isto, pode-se ter um alívio nas contas de luz entre 3% e 5%, com impacto negativo ao redor de 0,15 ponto, o que, segundo a consultoria, compensaria em parte a alta dos derivados do petróleo no IPCA.