ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Para que serve o número do cartão de crédito? Saiba mais sobre o seu cartão

15/01/2015 09h50

SÃO PAULO - Boa parte da população brasileira possui um cartão de crédito no bolso, mas poucos realmente sabem como ele funciona e como são calculadas taxas e os juros cobrados pelos bancos. Muitos, ainda, não sabem o que significa cada item no cartão.

O blog The Simple Dollar fez uma lista com informações importantes sobre seu cartão de crédito:

Os números

Todos os cartões de créditos possuem 16 dígitos numéricos. O sistema numérico foi criado para garantir estabilidade para fornecedores e processadores.

As informações de seu cartão, com o tipo – a famosa “bandeira” – ou quem o emitiu, estão contidas no número dele.  O primeiro dígito do cartão determina qual a bandeira do cartão, sendo:

3 – American Express e Diners Club
4 – Visa
5 – MasterCard, ELO
6 – Discover

Os dígitos da segunda à sexta posição indicam qual o banco emissor, enquanto os de da sétima à 15ª trazem o número da conta bancária e são únicos. O dígito final é chamado dígito de verificação e é usado por um algoritmo para determinar se o número provido é valido.

O código de segurança

Na maioria das vezes em que fazemos uma compra por telefone ou online, é requisitado o código de três números que fica atrás do cartão. No caso dos cartões da American Express, há quatro números na frente do cartão. No Brasil, chamamos a sequência de “código de segurança”.

Caso vá fazer alguma compra por site ou telefone estrangeiro, saiba que o código pode ter três nomes diferentes:  CVD (Card Verification Data),  CVN (Card Verification Number) ou  CVV (Card Verification Value). 

O código é usado como uma validação adicional para as transações em que o cartão não se encontra presente. É um número que não deve ser registrado ou guardado por vendedores, lojas online e sistemas de pagamento virtual.

A tarja

A tarja que acompanha todo o comprimento do cartão e é passada nas máquinas de cartão de crédito é feita com partículas de metal e magnetizada para guardar informações.

São três as linhas de informação que ela possui, das quais geralmente apenas duas são usadas. As duas primeiras são apenas para leitura, ou seja, as informações podem ser lidas, mas não alteradas. A última contém informações que podem ser alteradas durante a transação e guarda informações de segurança.

Mas fique tranquilo: elas não contém informação pessoal do dono do cartão, como o endereço e data de nascimento. As informações da tarja são as visíveis no cartão e mais alguns dados de segurança.

Funciona como um empréstimo

Na realidade, o cartão de crédito também é um simples empréstimo. Quando você resolve parcelar uma fatura, pagando o valor mínimo, você acaba contraindo um empréstimo. E como qualquer outro banco, ele também cobra taxas.

Por exemplo: se você parcela uma fatura em 12 vezes, terá de pagar juros em cada uma das parcelas. No final, aquela fatura original sairá muito mais cara do que se tivesse pago logo de início. 

As taxas de juros variam

Nem todos os cartões de crédito cobram os mesmos juros, incluindo cartões que possuem a mesma bandeira. É o banco que determina os juros específicos de cada cartão, ou seja: os juros de um cartão Visa emitidos pelo banco X podem ser maiores do que os juros de um Visa do banco Y.

Os juros também variam de acordo com o tipo de transação. Saques em dinheiro geralmente são cobrados com juros maiores do que compras e não podem ser cobertos durante o período sem juros dos cartões.

As letras pequenas

Não importa o quão simples sejam, elas não podem ser entendidas se não forem lidas. Por isso, o mais importante ao pegar um cartão de crédito é ler o contrato.

Ele deixa claro quais taxas serão cobradas, por quanto tempo ela fica em vigor, como ela é calculada e outras informações, como seus direitos e responsabilidades com o cartão.

Mais Economia