Governo quer aumentar em 15% a mistura de biodiesel ao óleo diesel

SÃO PAULO - O Ministério de Minas Energia pretende aumentar para 10% a mistura de biodiesel ao diesel até 2019. A proposta é fazer um aumento gradual passando dos atuais 7% para 8% em 2017, depois 9% em 2018 e 10% em 2019 até alcançar a meta de 15% de mistura. Porém ainda é necessário que testes sejam feitos em motores e haja aprovação do Conselho Nacional de Política Energética.

Por isso, o governo criou nesta semana um grupo de trabalho para desenvolver pesquisas e testes em veículos automotores para que seja possível o aumento da mistura do biodiesel ao óleo diesel nos próximos três anos. 

O aumento da mistura visa reduzir as importações de óleo diesel e a poluição ambiental, além de incentivar a agricultura familiar, já que o biodiesel pode ser extraído de diversas fontes como mamona, dendê, girassol, babaçu, amendoim, pinhão manso e soja.

Dados do Ministério de Minas e Energia mostram que, entre 2007 e 2014, foram economizados mais de US$ 5 bilhões com a importação de óleo diesel. Atualmente, a União Europeia, os Estados Unidos e o Brasil são os maiores mercados mundiais de Biodiesel, mas é a Argentina, grande produtor de oleaginosas, um dos principais produtores de biodiesel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos