Bolsas

Câmbio

Preços agropecuários sobem quase 3% em São Paulo

Os preços recebidos pelos produtores agropecuários em São Paulo registraram alta de 2,99% em maio na comparação com o mesmo mês imediatamente anterior, segundo dados do  Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), divulgados pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA). 

Os principais produtos do IqPR que apresentaram elevações nas cotações do mês de maio/2016 em relação a abril/2016 foram as laranjas para indústria e de mesa (35,37% e 20,96%), tomate para mesa (15,17%), amendoim (12,03%), soja (10,50%), arroz (8,53%), milho (7,76%) e leite (6,63%) (Tabela 2). Segundo o IEA, o feijão está sem cotações devido à pouca oferta no território paulista nos meses de abril e maio de 2016, provocada pelas chuvas de fevereiro que atrasaram a colheita da soja e prejudicaram o cultivo do feijão da seca.

Os produtos que apresentaram quedas de preços no mês de maio/2016 foram: banana nanica (21,21%), batata (13,81%) e carne de frango (7,50%) 

No caso da laranja, uma das principais culturas cultivadas no Estado, o excesso de chuvas prejudicou as colheitas, diminuiu os fluxos das entradas nas fábricas e, consequentemente, a oferta do produto para mesa durante maio. Na indústria houve reajuste de 136,94% entre maio de 2015 e 2016.

No acumulado dos últimos 12 meses (maio/2015 a maio/2016), o  IqPR registrou alta de 22,29%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos