Bolsas

Câmbio

Aprenda como tomar decisões difíceis na carreira

SÃO PAULO - Grandes  líderes mundiais são bombardeados por decisões difíceis constantemente. Aliás, para chegar onde estão, precisaram tomar decisões complicadas em diversos momentos de suas carreiras.

Eles não cedem à pressão, embora, para isso, tenham aprendido estratégias eficazes para decidir em momentos cruciais, lidar com as consequências e seguir em frente depois.

O colunista do site Inc.com, Tom Popomaronis, elencou uma lista de dicas para seguir as estratégias que grandes líderes usam para sobreviver ao estressante processo de tomadas de decisões que pode funcionar para qualquer um, inclusive você.

1) Tenha um prazo

Defina um ponto claro que seja o suficiente para analisar e pensar sobre a sua escolha - não importa se 15 minutos ou algumas semanas. Como você trabalha para o seu prazo, organizar os dados em categorias ajuda a evitar sobrecarga no seu cérebro. E decidir fica naturalmente mais fácil.

2) Pense "diferente", e não "melhor" - e então decida

Como aponta o professor de filosofia Dr. Ruth Chang, da Universidade Rutgers, as pessoas tendem a acreditar que há um caminho "melhor" a percorrer, quando confrontado com uma decisão difícil.

Elas também acreditam que fazer a melhor escolha é simplesmente uma questão de inteligência - ou seja, você saberia o que fazer se você fosse inteligente o suficiente. Na realidade, nenhuma das duas opções em uma escolha difícil é melhor ou pior, e uma decisão pode ser angustiante, mesmo quando você tem todas as peças do quebra-cabeça na mão para considerar.

Na verdade, escolhas difíceis são chamadas assim exatamente porque você vê o valor de cada opção como sendo possível. Em vez de olhar para o "melhor" caminho da estrada, simplesmente aceite que são diferentes, mas que estão disponíveis a se comprometer com a rota que você escolher.  

3) Saiba controlar a onda de emoções

O cérebro humano é programado a responder e recordar a emoção em primeiro lugar, como a resposta rápida para as emoções serviu para proteger as pessoas contra predadores e outros perigos, no passado. Em vez de, imediatamente, ir com o coração para decidir algo, deixe as partes racionais de cérebro se manifestarem, e assim você terá mais clareza.

4) Desafie suposições

Suposições lhe impedem de fazer perguntas importantes ou ver uma perspectiva mais ampla que poderiam ajudá-lo a decidir o que fazer. Elas também podem causar um efeito de halo, quando você desconsidera o que é negativo, porque os pontos positivos parecem incríveis para você. Argumente e avalie cada pressuposto a fim de identificar o que é realmente válido.

Assim, decisões difíceis tanto podem trazer o seu progresso quanto uma parada brusca. Quando tudo mais falhar, lembre-se: Fazer alguma coisa é quase sempre melhor do que não fazer nada.  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos