Bolsas

Câmbio

PIB piorou? Para analistas, economia do Brasil já começa a dar sinais de melhora

SÃO PAULO - Na manhã desta quarta-feira (31), o  IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou que o PIB (Produto Interno Bruto) do país registrou queda de 0,6% na comparação com os primeiros três meses de 2016, ante expectativa de queda de 0,5%, totalizando R$ 1,5 trilhão. Apesar da piora, alguns especialistas acreditam que este pode ser o início da recuperação da economia brasileira, mesmo que ainda diante de grandes dificuldades.

Para os analistas do Banco Fibra, o resultado de hoje mostra que a economia está respondendo bem à mudança de governo e de equipe econômica. Sem grandes surpresas no resultado, a equipe do banco manteve sua projeção para um PIB positivo em 2,1% em 2017. Enquanto isso, a previsão para este ano foi melhorada de -3,5% para -3%.

Já a equipe do Goldman Sachs ressalta a longa duração da recessão econômica brasileira e o quanto ela tem sido profunda. Apesar disso, os analistas esperam que a economia comece a se estabilizar neste segundo trimestre, começando a mostrar sinais de crescimento já no final deste ano.

Isso ocorrerá, segundo os especialistas, sustentado pela recuperação do consumo e do sentimento de negócios,  impulsionados pela expectativa de que o novo governo será capaz de transformar o quadro fiscal e aprovar as reformas estruturais necessárias para tornar a economia mais flexível e produtiva.

Dividido por setores, o PIB da indústria subiu 0,3% no segundo trimestre na comparação trimestral, enquanto em um ano a queda foi de 3%. J á a atividade de serviços caiu 0,8% no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre deste ano, sendo que sobre o segundo trimestre de 2015 a queda foi de 3,3%. Por fim, o  PIB da agropecuária caiu 2% no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre deste ano, e 3,1% em um ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos